ALMG decreta luto pelas 50 mil mortes por Covid-19 em Minas

O presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Agostinho Patrus (PV), decretou luto oficial de três dias no âmbito do Parlamento Mineiro, em razão das mais de 50 mil mortes provocadas pela Covid-19 em Minas Gerais. O decreto passa a vigorar a partir desta quarta-feira (28/7/21).

Durante o período de luto oficial, ficam proibidas comemorações de qualquer natureza na ALMG. As bandeiras de Minas Gerais e de Belo Horizonte ficarão hasteadas a meio-mastro no Hall das Bandeiras da Assembleia, em memória e respeito às vítimas da doença.

“Minas atingiu a terrível marca de 50 mil vidas perdidas pela Covid-19. É uma dor nunca antes imaginada. Minha solidariedade e meus sentimentos às famílias das vítimas. Estamos em luto, mas a luta pela vida do povo mineiro jamais cessará”, afirmou Agostinho Patrus. 

“A pandemia não acabou e precisamos manter as medidas de prevenção. Cuidem-se mesmo que estejam vacinados e, se chegou a sua vez, não importa a marca: vacina boa é aquela que está no braço e salva vidas”, acrescentou o presidente da Assembleia Legislativa.

O Boletim Epidemiológico divulgado nesta quarta-feira pela Secretaria de Estado de Saúde registra 50.059 mortes por Covid-19 e 1.948.753 casos confirmados da doença.

LIVE OFFLINE
track image
Loading...