Romeu Zema debate parcerias e negócios com representante do governo britânico

O governador Romeu Zema se reuniu nessa terça-feira (9/11) com o Trade Envoy do Primeiro Ministro para o Brasil, Marco Longhi, na sede do governo britânico, em Londres. O encontro com o enviado comercial para o país faz parte da missão oficial de Minas Gerais no Reino Unido. O objetivo é estreitar as relações entre as nações e fortalecer a atuação do Estado em relação à atração de investimentos sustentáveis, impulsionada pela Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP 26). 

“Reduzimos a máquina do Estado, melhoramos todos os indicadores. Uma boa gestão e o apoio do setor privado são fundamentais. Estar aqui em um lugar tão significativo, tendo a oportunidade de debater sobre nosso Estado, nossa política e estabelecer futuras parcerias é uma oportunidade ímpar”, afirmou o governador. 

Zema conheceu as estruturas físicas do governo britânico, passando pelo Old Admiralty Building (edifício do Antigo Almirantado), que, no passado, recebeu alguns dos mais famosos personagens da história mundial, como o ex-primeiro ministro Winston Churchill e o autor de James Bond e o ex-oficial da inteligência naval, Ian Fleming. O governador também esteve no prédio do Ministério do Comércio Exterior (Foreign, Commonwealth & Development Office), hoje sob comando de Liz Truss. 

Parceiros 

Minas Gerais e o Reino Unido são parceiros comerciais importantes. O estado foi o principal exportador para os países britânicos em todo o Brasil, concentrando 30,8% do total exportado pelo país, chegando a US$ 781,5 milhões em 2020. 

Na pauta de exportações, os produtos de maior destaque são ouro, café, minérios de ferro e seus concentrados. 

Além disso, há relevantes investidores britânicos em Minas, como Unilever, Diageo, Sigma Lithium, Gemacom Tech, Dallas Airmotive, entre outros. Também nessa terça-feira, a Anglo American, sediada em Londres, anunciou, junto ao governador, novo aporte de investimentos de R$ 4,4 bilhões em projetos no estado. 

Nesse contexto, Marco Longhi, que também é membro do Parlamento, reafirmou a disposição do Reino Unido em investir em Minas Gerais. “Estamos abertos para negócios. O Reino Unido possui centros incontestáveis de excelência e finanças, sendo Londres sua capital global. Queremos ser parceiros preferenciais na implementação de sua economia”, garantiu. 

Investimentos sustentáveis 

Na avaliação do enviado comercial, a pauta sobre energia renovável e mudanças climáticas é comum a todos os países e a iniciativa privada é importante aliada nestas ações de sustentabilidade. 

“Vejo isso como uma oportunidade de negócios, em que o setor privado pode por em prática sua capacidade de inovar e fornecer as soluções que o planeta precisa. Gostaria de parabenizar o governador por sua visão em relação a Minas e pelos recentes compromissos climáticos assumidos. Acredito que isso complementa seus planos para o estado”, completou Longhi.

Também na terça-feira, o governador seguiu em reuniões com Marco Longhi. Dentro da pauta voltada ao compromisso assumido pelo Estado na campanha do Race to Zero, de zerar as emissões de carbono líquido estaduais, eles acompanharam a apresentação de um projeto da empresa do setor alimentício Carapreta. O empreendimento, que tem fábrica no Norte de Minas, busca formas de reduzir as emissões de gás carbônico. A apresentação também foi aberta a outros empresários brasileiros sediados em Londres e aos ingleses.

“Fazemos a economia circular. Toda nossa água utilizada para o pescado é usada na irrigação para produção de milho e soja. Já o esterco do gado é usado nos biodigestores para produzir a nossa energia, reduzindo a emissão de gás carbônico e de CH4 ao meio ambiente. Essa energia reduz nosso custo de produção”, pontuou o CEO da empresa, Vitoriano Dornas. Segundo ele, a intenção do grupo é ser, em poucos anos, autossuficiente na produção de energia para uso na empresa. 

Também participam da comitiva de Minas Gerais no Reino Unido o deputado estadual Noraldino Junior, a secretária de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Marília Melo, o secretário-geral Mateus Simões, o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe, e o presidente da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi), João Paulo Braga. 

COP 26 

Nesta quarta-feira (10/11), o governador Romeu Zema segue para Glasgow, na Escócia, onde fará a abertura, na quinta-feira (11/10), de um painel sobre Cidades, Regiões e Espaços Organizados. O objetivo é discutir e avançar em ações adotadas por cidades, comunidades e regiões.

Desde o início da conferência, Minas Gerais está em posição de destaque na comitiva brasileira que viajou a Glasgow, representado pela secretária Marília Melo, importante liderança feminina nas discussões. Outros órgãos e entidades do Estado que mantêm projetos ambientais também estão participando da COP 26.

LIVE OFFLINE
track image
Loading...