Governo de Minas apresenta demandas prioritárias de infraestrutura para equipe de transição em Brasília

O Governo de Minas Gerais, representado pelo secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, e o subsecretário de Transportes e Mobilidade, Gabriel Fajardo, apresentou, em Brasília, um conjunto de demandas e propostas prioritárias relativas ao setor de infraestrutura no estado, que têm conexão ou são de competência do governo federal. O documento foi apresentado ao senador Alexandre da Silveira, que coordena o grupo responsável pelos assuntos relativos à infraestrutura no governo de transição.

O objetivo do documento é colaborar com o governo de transição e auxiliar na priorização de ações no âmbito do estado. Além disso, pretende-se indicar projetos e ações em andamento que, na visão do Governo do Estado, devem ter continuidade.

Entre os projetos prioritários elencados estão a desestatização e concessão do metrô da Região Metropolitana de Belo Horizonte; a desestatização das Centrais de Abastecimento de Minas Gerais (CeasaMinas), associada à concessão dos Mercados Livres do Produtor (MLP); obras de pavimentação e duplicação de rodovias federais no estado; delegação da BR-365, trecho Patrocínio-Patos de Minas e autorização para estruturação do projeto Patos de Minas a Montes Claros; destinação da outorga da renovação antecipada da Ferrovia Centro-Atlântica S/A  (FCA) para a construção do ramal Unaí-Pirapora; garantia da licitação da BR-381 e concessão da BR-262; nova concessão da BR-040; manutenção do Marco Legal do Saneamento (lei nº 14.026/2020); manutenção do Marco Legal das Ferrovias e Shortlines, entre outros.

“Esses e outros projetos são decisivos para o desenvolvimento da infraestrutura mineira”, reforça o secretário Fernando Marcato.

WP Radio
WP Radio
OFFLINE LIVE