Categorias
Esportes Notícias Uncategorized

Primeira fase da Copa do Brasil tem confrontos definidos por sorteio

Um sorteio na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) nesta segunda-feira (17) definiu os 40 duelos da primeira fase da Copa do Brasil de 2022. Nesta etapa, as vagas são decididas em duelo único, com o empate classificando o time visitante. A primeira fase contará com 10 times da Série A do Campeonato Brasileiro.

Dois tradicionais clubes do futebol brasileiro que jogarão a Série B em 2022 vão encarar adversários complicados vindos do interior de São Paulo: o Vasco mede forças com a Ferroviária, de Araraquara, enquanto o Grêmio enfrenta o Mirassol. 

O regulamento da competição na primeira fase estabelece jogo único com mando de campo do time com pior posicionamento no ranking. O vencedor do confronto se classifica automaticamente para a etapa seguinte, e o time visitante [mais bem ranqueado] terá a vantagem do empate.

Os 40 times que avançarem à segunda fase definirão o futuro novamente em partida única, com a mesma regra da fase anterior: a equipe visitante joga por um empate para avançar, o time mandante precisa vencer. Na terceira fase, os 20 classificados iniciam o mata-mata, com jogos de ida e volta, junto às outras doze equipes previamente classificadas: América Mineiro, Athletico Paranaense, Atlético Mineiro, Bahia, Botafogo, Bragantino, Corinthians, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Palmeiras e Remo, que conquistaram o direito pelo desempenho em diversas competições ao longo de 2021.

Como principais atrativos, a Copa do Brasil oferece ao campeão um prêmio na casa de R$50 milhões e também uma vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores de 2023. A última partida da competição, que definirá o grande vencedor, está prevista para o dia 19 de outubro.

Duelos da Primeira Fase

Moto Club x Chapecoense

Icasa x Tombense

Bahia de Feira de Santana x Coritiba

Pouso Alegre x Paraná

Mirassol x Grêmio

Azuriz x Botafogo-SP

URT x Avaí

Ceilândia x Londrina

União Rondonópolis x Atlético-GO

Nova Venécia x Ferroviário-CE

Porto Velho x Juventude

Real Noroeste x Operário-PR

Ferroviária-SP x Vasco

Grêmio Anápolis x Juazeirense

Atlético-BA x CSA

Trem-AP x Paysandu

São Raimundo-RR x Ceará

Tuna Luso x Grêmio Novorizontino

ASA x Cuiabá

Lagarto x Figueirense

Altos x Sport

Costa Rica-MS x ABC

Sousa x Goiás

Nova Iguaçu x Criciúma

Globo x Internacional

Humaitá-AC x Brasiliense

Rio Branco-AC x Vila Nova-GO

Maricá-RJ x Guarani

Sergipe x Cruzeiro

Tuntum-MA x Volta Redonda

Portuguesa-RJ x CRB

Operário-MT x Sampaio Corrêa

Campinense x São Paulo

São Raimundo-AM x Manaus

Cascavel x Ponte Preta

Tocantinópolis x Náutico

Salgueiro x Santos

Fluminense-PI x Oeste

Castanhal x Vitória 

Glória-RS x Brasil de Pelotas

Os 40 times que se avançarem à segunda fase definirão o futuro novamente em partida única, com a mesma regra da fase anterior: a equipe visitante joga por um empate para avançar, o time mandante precisa vencer. Na terceira fase, os 20 classificados iniciam o mata-mata, com jogos de ida e volta, junto às outras doze equipes previamente classificadas: América Mineiro, Athletico Paranaense, Atlético Mineiro, Bahia, Botafogo, Bragantino, Corinthians, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Palmeiras e Remo, que conquistaram o direito pelo desempenho em diversas competições ao longo de 2021.

Como principais atrativos, a Copa do Brasil oferece ao campeão um prêmio na casa de R$50 milhões e também uma vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores de 2023. A última partida da competição, que definirá o grande vencedor, está prevista para o dia 19 de outubro.

Categorias
Notícias Uncategorized

Poupança tem retirada líquida de R$ 35,5 bi em 2021

Pressionada pelo fim do auxílio emergencial, pelos rendimentos baixos e pelo endividamento maior dos brasileiros, a caderneta de poupança registrou, em 2021, a terceira maior retirada líquida da história. No ano passado, os investidores sacaram R$ 35,5 bilhões a mais do que depositaram, informou hoje (6) o Banco Central (BC).

A retirada líquida – diferença entre saques e depósitos – só não foi maior que a registrada em 2015 (R$ 53,57 bilhões) e em 2016 (R$ 40,7 bilhões). Naqueles anos, a forte crise econômica levou os brasileiros a sacarem recursos da aplicação.

Em 2020, a caderneta tinha registrado capitação líquida – diferença entre depósitos e retiradas – recorde de R$ 166,31 bilhões. No ano retrasado, o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600, depositado em contas poupança digitais, inflou o saldo da poupança. A instabilidade no mercado financeiro no início da pandemia de covid-19 também aumentou temporariamente as aplicações na caderneta.

Apesar do resultado negativo no ano, em dezembro, os brasileiros depositaram R$ 7,66 bilhões a mais do que sacaram da poupança. O valor é 62,8% menor que a captação líquida de R$ 20,6 bilhões registrada em dezembro de 2020. Tradicionalmente, os brasileiros depositam mais na caderneta em dezembro, por causa do pagamento da segunda metade do décimo terceiro salário.

A aplicação começou 2021 no vermelho. De janeiro a março, os brasileiros retiraram R$ 27,54 bilhões a mais do que depositaram, influenciado pelo fim do auxílio emergencial. Com o pagamento da segunda rodada do benefício, a situação mudou. Os depósitos superaram os saques de abril a julho.

A partir de agosto, a caderneta voltou a registrar mais retiradas que depósitos. Mesmo com a continuidade do pagamento do auxílio emergencial até outubro, os brasileiros continuaram a sacar. O rendimento abaixo da inflação acarretou a migração para outras aplicações. Ao mesmo tempo, a alta do endividamento das famílias levou a saques para compensar despesas urgentes.

Rendimento

Até o início de dezembro, a poupança rendia 70% da Taxa Selic (juros básicos da economia). No mês passado, a aplicação passou a render o equivalente à taxa referencial (TR) mais 6,17% ao ano, porque a Selic voltou a ficar acima de 8,5% ao ano. Atualmente, os juros básicos estão em 9,25% ao ano.

O aumento dos juros, no entanto, foi insuficiente para fazer a poupança render mais que a inflação. Em 2021, a aplicação rendeu 2,99%, segundo o Banco Central. No mesmo período, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor-15 (IPCA-15), que funciona como prévia da inflação oficial, atingiu 10,42%. O IPCA cheio de 2020 será divulgado na próxima terça-feira (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Categorias
Esportes Notícias Uncategorized

Uberlândia derrota Rio Branco e se consolida no G4 do Brasileirão Série D

O Uberlândia Esporte Clube (UEC) derrotou o Rio Branco Futebol Clube (RBFC), de Venda Nova (ES), por dois a um, no domingo (11), em confronto da 6ª rodada do Campeonato Brasileiro Série D. Os dois gols do Verdão foram marcados pelo meia atacante Ingro. O colombiano Montaño, foi o autor do gol dos capixabas. O primeiro tempo terminou empatado por zero a zero, mas na segunda etapa, os times voltaram com fome de gols. Do 7º ao 11º minuto, a rede balançou três vezes. Com a vitória, o Verde permanece na quarta colocação, mas com 5 pontos de vantagem do adversário deste domingo. Os quatro primeiros avançam para a segunda fase.

Primeiro tempo

O jogo começou com poucas ações ofensivas. Cada equipe criou uma única oportunidade de gol. Na primeira delas, o atacante Rafael Pernão desperdiçou grande oportunidade de abrir o marcador para o Furacão Verde. De frente com o goleiro Giovani Perim, bateu fraco facilitando a defesa. O Rio Branco também perdeu chance clara,com Montaña finalizando em cima do goleiro Rafael Roballo, após o zagueiro uruguaio e estreante Juan Sosa vacilar na jogada. O placar, do primeiro tempo, sem abertura de contagem, foi justo.

Segundo tempo

O Verdão retornou para o campo de jogo, com Luanderson, no lugar de César Sampaio, o suficiente para melhor rendimento no meio de campo. Logo aos 7 minutos, boa jogada trabalhada no setor de criação, Kellyton chegou na linha de fundo e fez bom cruzamento. No seguindo pau, Ingro apareceu dentro da pequena área para fazer o primeiro gol do jogo. Mas o time da casa não teve tempo de respirar. Dois minutos depois, o zagueiro Eduardo Thuran falhou, e Montaño não perdoou empatando a partida. Em nova saída de bola, o Uberlândia organizou uma bela jogada coletiva, e com categoria, novamente, Ingro foi para rede, com bela finalização no canto alto esquerdo do goleiro Perim.

O Verde criou outras boas oportunidades para ampliar o marcador, mas o arremate final não foi feliz. O momento dramático da partida ficou para os acréscimos. Em cobrança de falta, Gustavo Tonoli, do time visitante, acertou o travessão do goleiro Rafael Roballo, que só torceu para a bola não entrar. E foi só. Uberlândia 2 x 1 Rio Branco (VN)

Retrospecto

O encontro deste domingo (11/7), no estádio Parque do Sabiá, foi o primeiro da história entre as duas equipes.

A rodada no Grupo A6

Caldense (MG) 6 x 2 Águia Negra (MS)

Ferroviária (SP) 1 x 0 Patrocinense (MG)

Rio Branco (ES) 1 x 2 Boa Esporte (MG)

Uberlândia (MG) 2 x 1 Rio Branco (VN)

Classificação

1º Ferroviária – 15

2º Caldense – 13

3º Boa Esporte – 11

4º Uberlândia – 11

5º  Rio Branco (VN) – 6

6º  Rio Branco (ES) – 4

7º  Águia Negra – 4

8º Patrocinense – 2

Próxima rodada

Sábado, 17 de julho

Boa Esporte x Ferroviária

Rio Branco (VN) x Caldense

Domingo, 18 de julho

Patrocinense x Rio Branco (ES)

Águia Negra (MS) x Uberlândia

Projeção da Segunda Fase

De acordo com a atual classificação, e observando o regulamento que prevê, na segunda fase, o cruzamento das equipes do Grupo A5 com as do grupo A6, seriam estes, os duelos eliminatórias:

Goianésia (GO) x Uberlândia

Aparecidense (GO) x Boa Esporte

União (MT) x Caldense

Nova Mutum (MT) x Ferroviária

FICHA TÉCNICA

Campeonato Brasileiro Série D

6ª rodada – 1ª fase

Data: 11 de julho, 2021

Uberlândia 2 x 1 Rio Branco (VN)

Estádio Parque do Sabiá – Uberlândia, MG

Árbitro: Luiz Alexandre Fernandes (PR)

Assistente 1: Marcyano Da Silva Vicente (MG)

Assistente 2: Pablo Almeida Da Costa (MG)

Reserva: Gabriel Murta Barbosa (MG)

Cartões Amarelos: Luanderson (Uberlândia) e Paulo Sérgio (treinador de goleiros do Uberlândia)

Cartão Vermelho: não teve

UBERLÂNDIA: Rafael Roballo; Kellyton, Juan Sosa, Eduardo Thuran, Mateus Mendes; César Sampaio (Luanderson), Naílson, Ingro (Elivelton); Felipe Pará (Márcio Júnior), Daniel Ribeiro (Daniel Costa) e Rafael Pernão (Franco). Técnico: Chiquinho Lima.

RIO BRANCO (VN): Giovani Perim; Douglas (Daniel Fernandes), Felipe, Rafael Olioza, Canário; Leomir, Ivan (Washington), Gustavo Tonoli; Arthur Faria (João Victor), Tiririca (Juninho), Montaño. Técnico: Antônio Carlos Souza.

Categorias
Uncategorized

Noticiário do Uberlândia

Dia-a-dia do Uberlândia Esporte Clube você confere aqui com Marco Franco Rocha.

30 de junho – Furacão Verde segue a preparação para o jogo em Varginha. Atacante Ingro, autor do gol do Uberlândia contra a Caldense, fala na Rádio Vitoriosa.
29 de junho – Verdão se prepara para o confronto contra o Boa Esporte e está sob o comando de Chiquinho Lima, agora efetivado como treinador.

28 de junho – Confira os detalhes da demissão do técnico Waguinho Dias e da dispensa do zagueiro Maylson.
Categorias
Uncategorized

Hello world!

Welcome to WordPress. This is your first post. Edit or delete it, then start writing!